Bento Calaça

 

A Dança das Cores

Bento Calaça

Que vivam sempre em mim

as borboletas
que revoluteiam
nos campos abertos
e que no rufar das asas
deslizem surfando no ar
misturando as cores na brisa

Que vivam sempre em mim

as borboletas
que ao som dos movimentos
dancem a música das cores
mastigando as horas
passadas nos perfumes das flores

Que vivam sempre em mim
as cores do silêncio dessa metamorfose

Anúncios