Dolce Vita

A SUBMISSA

A SUBMISSA

Laura desejava poucas coisas na vida.

O FANTASMA E O CHICOTE

O FANTASMA E O CHICOTE

O delegado acabara de ouvir o depoimento de Federico, sujeito que vivia de favores no hotel de um amigo. O próximo a falar seria Marcello, hóspede do apartamento 403.
[…]

CARTA DE DESAMOR

CARTA DE DESAMOR

Eu poderia começar esta carta de tantas formas diferentes, mas todos os caminhos levam a Roma. Foi lá que tudo perdeu o sentido.
[…]

ADIVINHA QUEM VEM PARA O JANTAR

ADIVINHA QUEM VEM PARA O JANTAR

Mediu com uma grande régua transparente o centro da mesa. Em torno daquele ponto, dispôs os pratos, talheres e copos. Tudo perfeitamente alinhado.
[…]

A MULHER DE VERMELHO

A MULHER DE VERMELHO

Tiago caminhava sem rumo pelas calçadas escorregadias. Desde o início da tarde, a chuva não parara um só instante. A cada passo aumentava sua vontade de gritar por socorro, mas ele fora educado para não incomodar os outros. Ainda que precisasse desesperadamente de uma pessoa com quem pudesse falar a respeito de suas angústias, Tiago não procurava ninguém.
[…]