Deixe um comentário

A Saga de José

saga1

e agora, José?

seguinte, vai ancorar um navio, vindo da jamaica, lá no porto de itaguaí. tu chega lá e procura pelo Bollota, que é o fiscal chefe de lá. o cara sabe que tu vai chegar nele, mas não sabe como é a tua cara, nisso segue a senha pra não dar muita bandeira junto aos traficas, que geralmente são homens duplos. pergunta pra ele onde se pode comprar uma camisa do walderrama, o colombiano. aí ele vai te acompanhar até a sala do “carlito” que é o homem de ferro do Fernandinho. estando juntos vocês dois, aja com naturalidade como quem já sabe de todo o esquema. é isso.

quando cê vier, traz cem adiantado. o negócio aqui é diferente. meio antes, meio depois. não esquenta, a lei é geral. se tu foder com o mano, os cara vão cair em cima. faz como todo mundo faz. pega lá o envelope que te dei e despacha depois das quatro. se demorar, avisa. melhor assim. se alguém perceber, aborta e caia fora e não discuta. agora vai, o filho da puta não pode esperar mais.

José, a coisa tá pegando, José. e agora?

na última sexta-feira a Raquel saiu com o tal colombiano que te falei. disse, a pretexto do encontro, que a mercadoria era boliviana. mentira. ela saiu noiada, cheia da boa. mas vacilou na hora de se explicar pro Carlos. então você já sabe, ela se estrepou. e aqui, minha filha, se alguém se estrepa, se estrepa sozinho. só estou te dizendo isso pra tu ficar antenada com a coisa. estão te vigiando de longe, porra. acelera o trampo aí, e se manda pro uruguai. te vejo em montevidéu.

chegando lá, vai pro hotel de sempre e se der, pega a suíte 303. fica reclusa e nada de telefonemas. cuidado com os grampos. a camareira é nossa, ela é russa e tem sotaque carregado, e vai te passar as coordenadas pra transitar por aí no momento mais propício. se alguém te perguntar sobre mim, diz que não sabe. você não é nada, só está fazendo intercâmbio cultural, explica.

José, os cara!! corre, José, corre!!

guenta mais um tempo aí, mana. entrei numa furada com o candango. um traíra filho da puta. culpa tua. leve, mas tua. ninguém me faz de otário nesse esquema, não. o ‘marabá’ me deve uns favores aqui. então ele vai desovar o corpo lá na vala do Treze, antes que comece a feder e levante suspeitas sobre o meu pessoal. mas a mercadoria tá intacta, ainda. graças a deus!

o cerco tá fechando, porra. os cara tão na cola por causa do prejuízo! querem as AK-47 vietnamitas. se fodam. mandei vir do chile. é mais difícil de rastrear. devo chegar aí depois de amanhã por volta das onze da noite. avisa o Alfonsin que fique de olho no voo vindo da venezuela. deixa a van no jeito. chegando aí, partiremo pra punta del este.

você não pode beber, José! você é crente, José!

o Stojan tá chegando aí! o do dinheiro. então, arruma essa bagunça toda e manda essas putinhas se escafederem-se. e quando ele chegar tu esconde o pacote e faz as cortesias de praxe. o importante é que ele saia convencido de que tu tá limpo e é digno de confiança. não dá mole! negócios são negócios! na dúvida, conta a história do holandês. depois que ele se for, tu me encontra lá no antigo ArmaZen Cultural.

porra, velho! que cagada tu fizeste? tu num abriu o bico sobre a remessa pro méxico não né!!?? essa rodada ele não pode saber! se tu entrou no ramo, é pra se foder mesmo. isso aí é só carne rasgada, pô. logo cicatriza. desinfecta isso antes que te dê tétano. tu merecia era um nos miolos, sua bicha fodida! agora levanta daí, o Murilo vai te levar pra tomar um ar fresco.

saga2

José, a festa é furada!! toma cuidado, José!!

falei com o Montana e ele concordou em fechar a boate pra gente. então é o seguinte, hoje a noite a transação vai ser lá. os japoneses não têm pinto mas são tudo uns tarados. querem as latinas, então vão ter. o irmão do alemão ficou de arrumar essas putinhas lá da faculdade onde dá aula. o problema é que não confio nesse pessoal. só querem saber de cheirar e beber às custas dos outros. fica de olho.

porra mano, controla aí!! o Suzuka e o Akira tão demorando com a Fernanda! tão se fodendo faz duas horas!! vai com o Paixão lá e arrebenta esses filhos da mãe. essa parada aqui é minha. a bebida é minha, a droga é minha, o dinheiro é meu, TÁ ME ENTENDENDO??!! tão querendo foder com meu negócio?? me dá tua arma aí, vou mostrar quem é que manda aqui!!!

José, hoje é dia de luto! mas não é por você, José

Dom Matteo morreu. foi envenenado por sua doméstica que, descobriram agora, era agente infiltrada pela família Rossi. guardemos luto pois, embora rivais, respeitamos a dor humana. hoje quero nossa família mais unida do que nunca. cruzdemalta, mande chamar sua irmã lá do suriname. sem dinheiro, ela está vivendo de vida. andorinha, prepare-me duas carreiras e um duplo sem gelo. hoje não vou trabalhar. quero pensar na vida e na morte que quero pra mim.

não posso negar que era gostosa. uma viciada, mas gostosa. e daí que fodesse com aquele mafioso? tá pra nascer a puta confiável. dane-se! o Limeira deve tá chegando aí. vou com ele pra Santos resolver umas pendências com os equatorianos. tu fica aí, abre o olho e fecha o bico. tem muita coisa correndo por aí e que tu nem imagina. manda tománoku quem perguntar por mim.

José, um brasileiro.

ontem de madrugada uns civis rondaram a entrada. o waguinho é vigiado pelos holofotes, então cê sabe, filmaram tudo. mas isso é o de menos, o pior foi com o tedy. o cabra mal tira as fraldas e já vem questionando todo o esquema. fala demais e sem saber o que diz. Murilo, tô falando isso pra tu porque tu é da família e quero tu que seja a salvaguarda de hoje. faz um ‘cala boca’ nesse piolho antes que ative sua gentalha. mas ó, sê discreto, não levante poeira porque, em geral, a paulistada é muito birrenta.

puta que pariu!!! sabe quanto tempo tô nessa? pra tu tê uma ideia, o paranhos e o escobar eram pentelhos de correr na rua. o vilarosa ainda era casado com a vadia da tua esposa. e o corno do teu pai era sodomizado em guantánamo. e a grande figura, meu, o santana, era executado por uns cem dos nosso.

José sai de férias.

então, a branca que tu sacou lá foi da parada do gracindo. sabe o que isso significa? que o gracindo vem atrás de ti. e o pior cara, é que ele vem com três ou quatro montanhas a tiracolo. mas não se preocupe, como a branca tá aqui tamos juntos no rolo. daremos proteção até a fronteira com o suriname. mas, conselho de pai: de lá vai pra guiana francesa. caiena tem um ponto de prostituição. não sei bem onde é, mas é fácil de achar. o bar é pura fachada.

perdi contato com aquela menina. desde que o pai morreu e a mãe voltou pra vida não tenho notícias dela. deve tá se consumindo em drogas. nem em becos nem em portos e não sei de lugar pior. deixe que ela apareça, é menos risco que tu corre. tinha dezesseis da última vez. hoje, se ainda vive, tá com vinte e nove e carregada de sífilis, hepatite e aids.

Anúncios

Seu comentário é bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: