Deixe um comentário

Eclipse natalino

christmas

Foi no breu de minha rua,
após a tempestade
que eu descobri

Não é natal
Não é véspera de natal
Não é antevéspera de natal

Não é nada disto

É a vida pura e simples:
Se enfrentam os homens: banalidades
Sangram os antigos namorados: banalidades
Ensaio alguns poemas: banalidades

Na igreja, o padre toca o sino
anunciando não lembro o quê

O sino
O sangue
O sino
O sangue

“O rei da brincadeira: ê, José
o rei da confusão: ê, João”

Amanhã é dia de pinhão
e rabanadas
no breu de minha rua

e as pessoas hão de se abraçar

Anúncios

Seu comentário é bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: