Deixe um comentário

Fugido

Autorretrato

A cada branco novo
fio que ganhei
A cada queda de fio no
piso gelado
A cada dor que fez os
fios saírem, saltarem, fugirem
Fiz um poema
saído, caído, berrado

E fiz esse também.

 

Imagem: Autorretrato com cabelos cortados, óleo sobre tela, por Frida Kahlo
Anúncios

Seu comentário é bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: