Deixe um comentário

DEVOLUÇÃO

cacos de vidro

Eis o teu homem de antigamente:
aqui o tens restituído.
Toma cuidado que ele é de vidro.

Toma cuidado. Foi construído
nessa matéria que é fogo e areia.
Numa queda,
fragmentar-se-á
de forma incrível.

Eis o teu homem,
pouco mudado:
nem mais altivo, nem mais cansado.

Mas sob a pele translúcida,
mas através do seu corpo,
navegando em suas veias,
refletidas no seu rosto,
nos olhos dilacerados,
nunca lerás que lembranças
galopam, desatinadas?

Anúncios

Seu comentário é bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: