1 comentário

Mais uma estória de uma noite sem fim

Stars Reflected by Gina Louthian-Stanley
era a estória de uma noite
não uma noite qualquer
era uma noitestória de amor
onde estrelas miravam-se
vaidosas
e disputavam seu luzir no negro das águas
hipnóticas

era uma noite, percebam, única
uma minhaestória
em que o fogo permanecera guardado no céu da boca
e as palavras
paralisadas
eram apenas silêncio de cometas
a rasgar lembretes
[nuas de parênteses]

era uma noite urgente
era uma estória onde o lume da ausência
acendia a mais recôndita sombra da memória
na mais escura das noites videntes
que passou por mim
e ficou
calada

era uma estória sem fim e indefinível
de uma noite indefinível e sem fim
ou
talvez
apenas uma noite de renováveis esperas
e solidão

era uma noite, enfim
era uma noite assim

(Celso Mendes)

Anúncios

Sobre Celso Mendes

escritor? não. alguém que quer ver a palavra emergir a apontar imprevisíveis direções. deixá-la crua ou temperá-la, pouco importa a receita ou o formato, importa ver aonde aponta e onde toca. e ser por ela tocado.

Um comentário em “Mais uma estória de uma noite sem fim

Seu comentário é bem-vindo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: